sábado, maio 27, 2006

CABINDA - A justiça que falta fazer!

No século XIX,
os reinos de Portugal
e de Cabinda,
estabeleceram em
Tratado, que
Cabinda se tornava,
a partir de então,
protectorado
português, cabendo
a Portugal a defesa
da independência
do reino de Cabinda,
face aos poderosos
territórios vizinhos.
O Tratado, que
nunca foi denunciado
por qualquer das
partes, mantém-se,
por isso, em vigor.
Em 1975, porém,
o regime saído da
"revolução dos
cravos", recheado de arrivistas e de pseudo democratas, não se limitou ao trágico abandono de Timor, à ocupação Indonésia.
Fez pior!...
É que, se Timor era colónia (o que, de qualquer modo não justificava o abandono), Cabinda era, sempre foi, um Protectorado.
E, enquanto o Ministro dos Negócios Estrangeiros de então, corria mundo afirmando que Portugal respeitaria todos os compromissos e tratados assumidos, mentindo consciente e despudoradamente, os seus pares negociavam, na sombra, a traição. E a independência, que Cabinda quis preservar face aos seus poderosos vizinhos, perdeu-se, com Cabinda reduzida à condição de colónia de Angola.
Cabe talvez perguntar: "Quanto rendeu a traição?"

O poema que se transcreve, não é só um grito de revolta e uma acusação, é também um abanão às consciências.

CABINDAS

Quem foi que, por dizer-se democrata,
Julgou ser seu direito a decisão
De dar, cobardemente, por bravata,
A terra, tão leal, dum povo irmão?

Quem foi que violou o tal Acordo
Firmado, noutro tempo, co' os Cabindas?...
Quem foi que decidiu mudar de bordo
No rumo de amizade e boas-vindas?

Traímos gente amiga. Todos nós!
Se não por decidirmos na questão,
Traímos por pecado de omissão.

Serei, por isso agora, aquela voz
Que, longe de aceitar essa premissa,
Vos brada, num protesto, por justiça.

Vítor Cintra
No livro: AO ACASO


3 Comentários::

At 28/5/06 12:09 da tarde, Anonymous Prof. Juvenal said...

Muito bem bolado o seu blog.
São de poemas reais, críticos e inteligentes que o mundo atual precisa.
Parabéns.

 
At 29/5/06 3:44 da tarde, Anonymous halmaguerreira said...

olá,obrigado por visitar o meu site,assim que possivel eu farei uma duivulgação de seu blog que por sinal é muito bom,se ´prescisar de meu espaço para publicar uma poesia por favor é so pedir,deixando a vc caso aceite um premio,nº2 blog elite local premios oferecidos para blog,abraços.

 
At 13/5/08 1:25 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Cabinda merecia melhor sorte do que ser roubada e devolvida quando nada restar.
Santa ignorancia dos comentadores de algibeira.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home