quinta-feira, março 13, 2008

ILHA TERCEIRA - Ilha de Jesus Cristo

Convidei-vos, no meu post anterior, a fazer uma visita aos Açores.
Anteriormente, amigos, tive já ocasião de vos dizer também que aquelas ilhas são apaixonantes. Para vos aguçar o desejo de descobrir a antiga terra dos Atlantes, deixo-vos hoje imagens da Ilha Terceira, e um poema dedicado às cinco ilhas do Grupo Central.



C E N T R A L
.
Chegou um dia à Terceira
- Ou ilha de Jesus Cristo -
Um Bruges, cuja maneira
De ser deu, à ilha inteira,
O tal valor jamais visto.
.
Partiram de Portugal,
Com muitos medos e credos,
Sonhando ter, afinal,
Melhor viver no Faial,
Num sítio chamado Cedros.
.
O Pico tem um 'verdelho'
Que foi bebida real.
Co'as gentes veio o folhelho,
Bacelo e saber, bem velho,
Do norte de Portugal.
.
São Jorge foi povoada,
Quem sabe de que maneira.
O certo é que era habitada
Ao tempo da tal chegada
De D. Guilherme Silveira.
.
Chamaram-lhe Graciosa,
Mas "Ilha Branca" é que é.
Tem gente laboriosa,
Trazida, de forma honrosa,
Por Vasco Gil de Sodré.

.
Vítor Cintra
No livro: HORIZONTES

5 Comentários::

At 16/3/08 3:22 da manhã, Blogger Odele Souza said...

Olá Vítor,
Imagens belíssimas. A do por-do- sol fascinante. Claro que dá vontade de fazer as malas e voar pra aí...

Um abraço e bom domingo.

 
At 16/3/08 9:41 da tarde, Blogger Cöllyßry said...

Gostei muito deste passeio, e poema

Doce beijo

 
At 17/3/08 9:05 da tarde, Blogger Å®t Øf £övë said...

Vítor,
Belas imagens, e magnificas palavras, que juntas e em sintonia, nos ajudam a perceber o porquê dos Açores tanto nos conseguir cativar.
Abraço.

 
At 18/3/08 9:54 da manhã, Blogger Isabel-F. said...

sem dúvida que tenho de ir aos Açores ...
as imagens são deliciosas ... convidam a uma visita ...

e o teu poema: maravilhoso.

beijinhos

 
At 21/3/08 9:36 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Olá Vitor, os Açores são mesmo bonitos, sem dúvida. Obrigada pela partilha das imagens e do poema.
Bjinhos, RS.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home