quinta-feira, fevereiro 12, 2009

DARFUR - Limpeza Étnica

(imagem recolhida na internet)

Nyala é uma cidade que ultrapassa já o milhão de habitantes e continua a crescer. O seu desenvolvimento, que se iniciou em 1960 com a chegada da rede ferroviária, continuou com a construção do aeroporto e o serviço aéreo assegurado por diversas companhias sudanesas.
Só que esse progresso não inclui os Fur, povo autóctone da região, cuja aniquilação total poderá, a qualquer momento, transformar-se em realidade, por maldade e cobardia de pessoas que, sem escrúpulos, se impõem como senhores da vida e morte de outros.
Fontes credíveis afirmam que, no cerne do conflito do Darfur, está a determinação da pureza da raça árabe levada ao extremo do exclusivismo, e cuja consequência é a prática duma «limpeza étnica» que visa eliminar as tribos de origem africana: os Fur, os Massalite e os Zaghaua, com os seus múltiplos subgrupos.
O conflito do Darfur não é mais do que um fenómeno de racismo fundamentalista cuja primeira e maior responsabilidade é atribuída a Omar El Bachir, presidente do Sudão.

(Fonte de informação: Revista Além-Mar)

Perante tal genocídio tornou-se terrivelmente ensurdecedor o silêncio do mundo, a começar pelas Nações Unidas. Porquê?... Indiferença ou receio de melindrar os árabes?
Se, na terra dos Fur, estivessem em causa matérias primas estratégicas, será que a indiferença seria a mesma?
.
E S P E R A N Ç A
.
Eu sinto que ao cantar esta balada
Um sonho d' esperança me ilumina,
Nas vozes que murmuram, em surdina:
"A paz há-de chegar co' a madrugada!"
.
São vozes de crianças, onde o medo
Cavou a noite escura do terror;
Unidas, por carência dum amor,
Partilham, em comum, o seu segredo.
.
Distantes das questões que não entendem,
Dos ódios, das disputas, do rancor,
Que, sem qualquer razão, lhes causam dor;
.
Mãos dadas, num carinho que defendem,
São elas que farão que, no futuro,
O mundo possa ser bem mais seguro.
.
Vítor Cintra
No livro: DESABAFOS

5 Comentários::

At 13/2/09 9:06 da tarde, Blogger Ana Martins said...

Caro amigo Vitor Cintra,
comungo da mesma opinião, se na terra dos Fur, estivessem em causa matérias primas estratégicas, a indiferença não seria de certeza a mesma!

Adorei o soneto, dedicado a um povo tão sofredor!!!!

Beijinhos e bom fim de semana.
Ana Martins

 
At 14/2/09 1:23 da manhã, Blogger Odele Souza said...

É mesmo um absurdo esse silêncio em relação o que acontece em Darfur. Deixa-me perplexa.

Parabéns pelo post e lindo soneto amigo.

 
At 16/2/09 10:31 da manhã, Blogger Rosa Silvestre said...

Pois, Vítor este post cruza-se com um post que coloquei no criancices sobre as crianças e a guerra.
As crianças são sempre as vítimas mais indefesas desse flagelo chamado guerra.
Parabéns pelo post.
Bjinhos, RS.

 
At 18/2/09 1:21 da tarde, Anonymous zymboo.com said...

Olá, bom dia!
Meu nome é Patrícia e trabalho com divulgação na empresa Zymboo.com.
Hoje temos um portal de conteúdo que abrange notícias nacionais, internacionais e regionais (www.zymboo.com).
Gostamos muito do seu blog e gostaríamos de convidá-lo a escrever para a página de cidades da Zymboo.
Estamos lançando um novo portal em que o internauta vai ficar por dentro de tudo o que acontece em sua cidade: notícias dos principais jornais e revistas, turismo, atrações, história, memória, cotidiano, esporte, diversão, curiosidades, serviços e muito mais! Não é apenas um portal de notícias, é um portal onde o cidadão vai interagir, opinar, enviar notícias, vídeos e imagens, colocar seu blog, indicar eventos, sugerir melhorias ou criticar aspectos do município. Participe do site você também, blogueiro, seja nosso Repórter Cidadão!
Basta enviar seus textos para serem publicados na Zymboo: falacidadao@zymboo-inc.com
Conheça também nosso blog: http://zymboocidades.blogspot.com/ 
 

 
At 18/2/09 3:44 da tarde, Blogger Luz said...

Obrigado por seres uma das vozes que grita!!!
Luz

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home