sábado, maio 26, 2007

UM ANO DEPOIS


Há um ano, começava com este artigo sobre Mafra a minha viagem no mundo da blogosfera.
Embora o tempo disponível não fosse - nem seja ainda - muito, a ideia de contar algumas coisas, protestar contra outras, elogiar e enaltecer umas quantas ou denunciar outras tantas, levou-me a entrar nesta aventura.
Com a ajuda da minha amiga Isabel dei os primeiros passos. Aliás, a ela devo também, além da amizade com que me honra, a divulgação de uma boa parte dos meus poemas. Primeiro através da publicação de muitos deles na sua página ALMA DE POETA - e que grande alma a sua é - depois através da página que criou, A Poesia de Vítor Cintra dedicada em exclusividade.

No decorrer deste ano, muitos foram os amigos que aqui vieram. A comprová-lo está o contador instalado, que regista mais de 19.000 entradas. Alguns deixaram comentários de incentivo, de apoio, de crítica ou de opinião favorável, outros manifestaram o seu desacordo ou parecer divergente, com correcção, lucidez e elevação.
Por aqui passaram também alguns outros que, incapazes de fazerem melhor, tentam compensar a sua mediocridade debitando asneiras aqui, ali e acolá.
E se é certo que o que digo e escrevo está em consonância com o que muitos pensam, está em oposição também, com a forma de pensar de outros.
Aos primeiros agradeço a amizade e as palavras de apoio. Aos segundos quero manifestar o meu respeito pela forma correcta como se posicionaram face às nossas divergências.
Depois, os auto-intitulados "demokratas", de visão única. A esses, só os posso lamentar. É que, sendo geneticamente obtusos, vai ser difícil alguma vez conseguirem ser algo mais do que, simplesmente, pobres de espírito.

O poema que vos dedico, com um abraço, é a minha forma de vos dizer 'muito obrigado pela vossa amizade'.

P O E T A

Ser poeta... é delirar,
Delirar alegre ou triste;
Fazer versos é sonhar
Co' aquilo que não existe.

Ser poeta... é esquecer,
Da vida, a realidade;
É, num abraço, abranger
O mundo e a eternidade.

Ser poeta, realmente,
É viver da ilusão
Nas horas de solidão;

É escrever o que se sente,
Dando asas, livremente,
À nossa imaginação.


Vítor Cintra

No livro: DISPERSOS

26 Comentários::

At 26/5/07 12:55 da manhã, Blogger Luci Lacey said...

Oi Vitor

Parabens pelo 01 ano do blog.

Bom final de semana.

Abracos

 
At 26/5/07 1:34 da manhã, Blogger Alma de Poeta said...

AMIGO,

Antes de mais PARABÉNS pela passagem do teu primeiro aniversário no blog, "UM POEMA DE VEZ EM QUANDO ".

Quando deste os primeiros passos neste vasto mundo da blogosfera, jamais pensei da enorme importância que se revelaria no teu trabalho.

Sinto-me portanto, muito honrada em ter podido participar desta tua aventura, que se veio a revelar de enorme importância , tanto pela divulgação da história do nosso País, que de um jeito tão simples e cativante nos envolves, despertando o interesse pela história , pelos locais e acontecimentos e valores, que ás vezes nós,Portugueses nos esquecemos de honrar.Trabalho que complementas com a tua belissima poesia e imagens que ilustras nos teus posts, fruto da inspiração e da tua objectiva.

Por tudo isso, e pela tua AMIZADE, um beijo de parabéns com muito carinho

Isabel

 
At 26/5/07 2:51 da manhã, Blogger Palavras_@vesso said...

Parabéns pelo aniversário, pelas infinitas partilhas de palavras, sabedoria e conhecimento.
Obrigado pelos ensinamentos que deixa em cada um dos seus leitores!
Sinto me contente por um dia ter encontrado este cantinho e faço intenção de por aqui continuar a passar.
Felicidades e continuação de belas publicações
bjs
@vesso

 
At 26/5/07 4:15 da manhã, Anonymous hilda said...

J. Vitor, eu é que digo:

Obrigada pelo amigo que ganhei em ti, obrigada pelas poesias, obrigada por me ensinar a História do teu país... obrigada!

Parabéns por esse primeiro ano de blogueiro e que aconteçam muitos outros aniversários.

E ainda recebo o presente desse emocionante poema...

Outra vez digo: Obrigada J. Vitor!
Beijos

 
At 26/5/07 1:16 da tarde, Blogger leituras said...

Meu amigo,

Parabens pelo 1º aniversário!... Mas parabens especialmente pelo excelente trabalho que nos trazes, quer nos teus textos oportunos e sérios, quer na excelência dos teus poemas.

Boa semana.

 
At 26/5/07 2:42 da tarde, Blogger tb said...

e um ano é tanto e tão pouco...se compararmos ao tempo do universo,tão pouco nos parece. Mas tanto o carinho, a lucidez e a arte que por aqui semeaste e a partilha que nos proporcionaste.
Por tudo isto eu te agradeço e por tudo o resto. :)
Beijinhos

 
At 26/5/07 2:43 da tarde, Blogger tb said...

e um ano é tanto e tão pouco...se compararmos ao tempo do universo,tão pouco nos parece. Mas tanto o carinho, a lucidez e a arte que por aqui semeaste e a partilha que nos proporcionaste.
Por tudo isto eu te agradeço e por tudo o resto. :)
Beijinhos

 
At 26/5/07 3:23 da tarde, Blogger Ana S. said...

Parabéns pelo primeiro ano de blog que certamente durará muitos mais.
Vai haver sempre comentários a favor ou contra a nossa opinião e claro que aparecem os outros que servem só para chatear. A esses basta ignorar.
beijos

 
At 26/5/07 4:04 da tarde, Anonymous grace said...

Obrigada pela visita e sua mensagem que tem tudoa ver com o meu TCC que apresentarei dia 18. E gostaria de saber se tens notícias da menina inglesa que desapareceu no quarto de hotel em Algarve...BFsemana e parabéns pelo aniversário....

 
At 26/5/07 7:53 da tarde, Anonymous LeandroCesar said...

Lindíssimo, Vítor!
Vou copiar com os devidos créditos, ok? Estou no site www.recantodasletras.uol.com.br (assino LeandroCesar - junto mesmo). Parabéns pelo site! Abraços!

 
At 26/5/07 8:00 da tarde, Blogger Escorpiana Explosiva said...

linda poesia passei aqui só para da um oi.

 
At 26/5/07 11:50 da tarde, Blogger luna e neptuno said...

Parabens, ser poeta é deixar as palavras soltas no papel branco da imaginação
xi

 
At 27/5/07 12:29 da manhã, Blogger foryou said...

Parabéns! E esse poema está lindo. Só que poeta... tem sempre uma alma muito complicada e eu custo muito a entender :)

Vim atrasada já não tenho bolo nem champagne não é?! :(

 
At 27/5/07 12:20 da tarde, Blogger kurika said...

Parabéns.

Tens uma linda casa, cheia de ternura e carinho.

Continua assim

Um bjinho

 
At 27/5/07 12:56 da tarde, Blogger Kalinka said...

Olá Vitor

Muitos Parabéns pelo 1º aniversário no Mundo virtual, da blogoesfera. Gostei de te conhecer e visitar, continua POETA.

Celebrei os dons da terra e misturei-me com os sons do mundo sem coisa alguma...fui durante 4 dias de mini-férias para o Alentejo profundo.
Comecei por Estremoz e fui em seguida para Évora e daí em diante.

Pelo kalinka poderás ler sobre o meu «Même»:
"Para ser grande, sê inteiro:
nada Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa.
Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim, em cada lago a LUA toda
Brilha, porque alta vive.
"Ricardo Reis"

Beijinhos.
Bom domingo.

 
At 27/5/07 1:12 da tarde, Blogger Paula Raposo said...

Muitos parabéns por este 1º ano! Um beijo.

 
At 27/5/07 5:31 da tarde, Blogger Graça Pires said...

Ser poeta é saber partilhar as palavras e os afectos. Parabéns pelo ano 1. Um abraço.

 
At 27/5/07 6:59 da tarde, Blogger Ana said...

Obrigada, um beijo doce.

 
At 28/5/07 1:37 da manhã, Blogger Saramar said...

Parabéns pelo aniversário do blog, Vitor.
Certamente este é um recanto de primor de belezas, informações e histórias bem contadas.

O presente que nos deu só comprova sua gentileza e seu talento.
Obrigada.

beijos

 
At 28/5/07 4:38 da tarde, Blogger Vera said...

Meu querido Amigo, parabéns pelo primeiro aniversário do teu blog!
É uma mais-valia para o mundo da blogosfera ter alguém como tu e um encanto para quem gosta do que tu escreves, do tanto que nos ensinas aqui, do tanto que inspiras e nos dás! Por isso, além dos parabéns, deixo-te um obrigada também! E obrigada por este poema que me/nos ofereces!

Um beijo enorme

 
At 28/5/07 5:16 da tarde, Anonymous Valéria said...

Amigo e Poeta Vítor,

Parabéns pelo seu primeiro ano na blogosfera, mas quem recebe o presente somos nós em poder ter por perto uma pessoa com uma bela alma e sensibilidade de um poeta admirável e um amigo muito querido !

Beijos,
da amiga,
Val

 
At 28/5/07 6:57 da tarde, Blogger antónio paiva said...

...............

Amigo,

PARABÉNS!!!!!

desculpa serem fora do dia, mas eu sei que tu compreendes

que continues por muito tempo, o teu magnífico contributo para a blogfera

...................

Abraço, até breve, muito breve

 
At 29/5/07 11:14 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Olá Vítor: gostei do poema!Essencialmente da parte
"Ser poeta... é esquecer,
Da vida, a realidade;
É, num abraço, abranger
O mundo e a eternidade".
É mesmo lindo!
Beijinhos!

 
At 30/5/07 3:42 da manhã, Blogger Odele Souza said...

Vitor,

O sucesso de seu blog mostrado pelo marcador de visita, deve-se à qualidade do que você escreve, sejam poemas, sejam textos. Sem falar nas fotos de bustos e lugares históricos que tanto nos ensinam.

Perdõe por não ter chegado aqui no dia em que este post foi publicado. Mas aqui estou e lhe deixo o meu abraço forte pelo aniversário de seu blog. Você foi a primeira pessoa de Portugal com quem fiz contato na blogosfera e através de você outros amigos chegaram. Muito obrigada por sua solidariedade divulgando o blog de Flavia, muito obrigada por suas fotos, por sua poesia, por sua doçura.

Espero sinceramente que você tenha tomado gosto pela blogosfera e continue alimentando seus blogs por muitos e muitos anos ainda.

Fique com meu carinho.

 
At 2/6/07 3:41 da tarde, Anonymous soslayo said...

J. Vítor Cintra:

Não te dou parabéns por um ano de blogosfera mas sim, quando fizeres as bodas prata na net, ou seja 25 anos! Um abraço

 
At 6/6/07 1:44 da manhã, Blogger MRelvas said...

Os meus sincers parabéns caro Vitor Silva.

Um ano é é muita actividade bloguista.Parabéns pelos teus blogues que conheço, este a fotografia.

Continua e os demokratas são belas peças... de antiguidade soviética!

abraços
Mário

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home