segunda-feira, setembro 15, 2008

FLÁVIA - A prova de que a «Justiça» não é justa

Blogagem Colectiva para Flávia em 9/Set/2008Cor do texto


O que nos motiva a juntar o nosso protesto a tantos outros, contra uma «JUSTIÇA(?)» inoperante e insensível, é constatar que os seus agentes parecem ficar indiferentes à enormidade da injustiça que, por ganância ou incúria, privou esta menina duma vida que deveria ter-se traduzido:
- Numa meninice feliz, vivida em convívio pleno com os seus entes queridos...
- Numa juventude alegre, normal, com tempos para estudar, dançar, rir, chorar...
- Num futuro que lhe permitisse conhecer amigos, namorar, casar, ter filhos, abraçar uma profissão, viajar...
Em vez disso, a sua Mãe, teve que vê-la crescer mergulhada num coma que as reduziu - a ambas - a um dia a dia de interdependência...
Não mais viveu a alegria de receber da mão da sua filha uma flor, no dia dedicado às mães...
Ficou privada da possibilidade de escutar da sua menina, aquele pequeno, grande, segredo de ser mulherzinha...
Não poude escutar-lhe as confidências de adolescente, nem secar-lhe as primeiras lágrimas dum desgosto de amor...
Cabe perguntar: E o direito à JUSTIÇA, se não passa de ficção, onde ficou?
.
A CRIANÇA E A FLOR
.
Uma criança que passa
De calção, bibe e sacola,
Com uma flor desenrola
Uma conversa com graça:
.
- Porque sorris tu, ó flor?...
- O sol beijou-me ao de leve,
e fez-me abrir, para em breve,
ser uma oferta de amor!...

.
- Porque perguntas, criança?
-
Por crer que em dia da mãe,
talvez ficasses tu bem

como carinho e lembrança.
.
-
E porque esperas então?
De mão tremendo, estendida,
Vê-se a criança, em seguida,
Colhê-la, bem junto ao chão.

.
Vítor Cintra
Do livro: HORIZONTES

9 Comentários::

At 15/9/08 8:43 da manhã, Blogger Isabel-F. said...

belissimo o teu poema Vitor ...

e jamais esquecerei que foi através de ti que conheci Flávia e Odele.

Beijinhos

 
At 15/9/08 9:19 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Um belo poema.
Estou de acordo com a Isabel. Beijinhos, RS.

 
At 16/9/08 12:43 da manhã, Anonymous .Mendi said...

Olá passando para ler sua adesão.
Assim conseguimos ler o que cada um postou. São diversos pensamentos em um único objetivo.
A união faz a força. Justiça! A morosidade precisa terminar. Precisamos dessa blogagem coletiva estou aqui com você vestindo a camisa.
Beijos na sua alma.

 
At 16/9/08 7:46 da tarde, Blogger C Valente said...

Vamos continuar a luta
Saudações amigas

 
At 16/9/08 9:50 da tarde, Blogger FERNANDA & POEMAS said...

Olá querido Amigo, é mesmo como diz o nosso Amigo C Valente, vamos continuar a luta... Beijinhos de ternura,
Fernandinha

 
At 17/9/08 11:15 da manhã, Blogger C Valente said...

Tanta injustiça paira em todo o mundo
Saudações amigas

 
At 19/9/08 5:51 da tarde, Blogger São said...

Que haja justiça para toda a gente em tempo útil.
Saudações.

 
At 23/9/08 5:54 da tarde, Blogger Mário Relvas said...

Uma causa justa. Um poema bonito e realista.
Que mais dizer?

Um abraço

 
At 24/9/08 7:37 da tarde, Blogger Odele Souza said...

Ô amigo,
Peço desculpas por não ter passado antes para agradecer por este teu post e por tão lindo poema para Flavia. Mas tive problemas com o Blogger que me deixou "em apuros"para conseguir linkar todos os blogs participantes da Blogagem Coletiva de Flavia. E nesta semana, estou tentando reparar esta falha.

MUITO OBRIGADA. Um forte abraço.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

<< Home