quarta-feira, junho 10, 2009

DIA DE PORTUGAL

.
É dia de Portugal e de Camões.
É dia de recordar e homenagear os nossos antepassados. É dia de preito aos nossos egrégios.
Mas é também a oportunidade que os políticos nunca desperdiçam para o seu espectáculo de ostentação, de despesismo.
E, enquanto o povo anónimo honra os seus antepassados em cerimónias simples, mas sentidas, os políticos exibem-se em paradas ostensivas, num desperdício dos recursos, já tão parcos, de que Portugal carece para atender ao crescente estado de pobreza, que atinge cada vez mais portugueses.
.
M Ã E .... D O R I D A
.
Com angústia verdadeira,
De quem um filho perdeu,
Numa esp'rança derradeira
Acredita que há maneira
De poder honrar o seu.
.
Com destino tão marcado,
Tão sofrido, p'lo desgosto,
Quer apenas ver lembrado
O bom nome de soldado,
Mesmo que nome sem rosto.
.
Desse filho resta agora
Dor atroz, sempre presente,
Numa Pátria, que o não chora,
Esquecida, sem demora,
Do respeito p'lo ausente.
.
Vítor Cintra
No livro: ENCRUZILHADA

7 Comentários::

At 10/6/09 10:42 da manhã, Anonymous Menina Marota said...

Bom dia!
Espero que não te importes que tenha partilhado um teu poema no Club dos Poetas Vivos, no Facebook, cujo link podes seguir através do endereço que deixo.

Um abraço e bom feriado :-)

 
At 10/6/09 12:28 da tarde, Blogger Mário Relvas said...

Hoje,mais uma vez, estou contigo em pensamento por aqueles que jazem junto ao MONUMENTO AOS COMBATENTES DO ULTRAMAR.E, por todos os que amam e sofrem a Pátria!

"Aqui estamos"!

 
At 10/6/09 7:49 da tarde, Blogger Um Poema said...

....

Menina Marota,
Claro que não me importo, muito pelo contrário. Agradeço-te a escolha, por razões óbvias, que dispensas outros comentários.

Um abraço

 
At 10/6/09 7:54 da tarde, Blogger Um Poema said...

....

Mário,
Sei que, em espírito, te juntaste aos milhares que, ali vão, ano após ano, prestar homenagem aos que tombaram no campo da honra.

Um abraço

 
At 10/6/09 9:35 da tarde, Blogger Ana Martins said...

Caro Vítor,
sinto-me até emocionada com os poemas com que hoje brinda Portugal, Luís Vaz de Camões e todos os nossos heróis, esquecidos infelizmente pelos nossos governantes, que como muito bem diz aproveitam estes dias para um sentimentalismo fingido que já não engana felizmente muitos Portugueses.

Bem-Haja!

Beijinhos,
Ana Martins

 
At 11/6/09 10:35 da tarde, Blogger Valdemir Reis said...

Amigo Vitor honrado e feliz por visitar este importante, belo e original espaço... Registro a minha imensa satisfação ao passar aqui, valeu! Parabéns pela grande escolha do tema, belissima homenagem, preciosissimo poema. Quero compartilhar com você o poema abaixo de William Shakespeare
”Perguntei a um sábio,
a diferença que havia
entre amor e amizade,
ele me disse essa verdade...
O Amor é mais sensível,
a Amizade mais segura.
O Amor nos dá asas,
a Amizade o chão.
No Amor há mais carinho,
na Amizade compreensão.
O Amor é plantado
e com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira,
e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida
companheira.
Mas quando o Amor é sincero
ele vem com um grande amigo,
e quando a Amizade é concreta,
ela é cheia de amor e carinho.
Quando se tem um amigo
ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem
dentro do seu coração.”
Votos de um dia repleto de alegria. Muita prosperidade e bênçãos. Paz, luz, saúde e proteção. Felicidades, um fraterno e caloroso abraço. Fique com Deus.
Valdemir Reis

 
At 16/6/09 11:16 da manhã, Blogger Teresa Durães said...

tantas s vezes que querem sepultar o passado...

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home