segunda-feira, junho 01, 2009

DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

(imagem recolhida na internet)
«Dia Mundial da Criança».

Comemora-se?!... Mas comemorar o quê?...
No meu périplo pelas páginas de alguns amigos, visitei, hoje, o blog Pequenos Passos.
Uma viagem guiada, no foguetão das crianças, pela mão da sua Educadora. Uma viagem deliciosa.
E se, dalgum modo, essa viagem me fez bem, não consegui esquecer que há uma menina de seis anos, de nome ALEXANDRA, que vive o "Dia Mundial da Criança" em exílio, longe dos seus amiguinhos de Infantário, da sua casa, das suas raízes. Das únicas raízes que conheceu e criou. Condenada ao exílio, pela tacanhez de alguém que, dizendo-se "juiz", resolveu exilá-la, só porque "não vai com a cara" da mulher que a criou com amor.
Comemorar o quê, afinal?...
No dia em que cada um de nós se insurgir contra as arbitrariedades dos «intocáveis» que, a coberto de irresponsabilidade garantida, se arrogam o direito de desrespeitar os mais elementares direitos duma criança, nesse dia, teremos razão para comemorar o "Dia Mundial da Criança". Até lá, qualquer evocação nesse sentido, é ofensiva.

O....J U I Z

Porque o «juiz» falou,
Asneiras, mas de forma empertigada,
- Até porque de vida sabe nada -
A gente se curvou.
E, sem pensar no trauma da criança,
Forçou-a a enfrentar uma mudança.
.
E nem se culpe as leis.
Se são embaraçadas, quais novelos,
São-no em Guimarães, ou em Barcelos.
Há poucos, bem sabeis,
Juizes que, julgando em consciência,
Conseguem ter da lei clarividência.
.
Vítor Cintra

9 Comentários::

At 2/6/09 10:25 da manhã, Blogger leituras said...

Vítor,

Não quero acrescentar mais nada ao que já disseste. É tempo de dizer BASTA!
Basta de prepotências! Basta de incompetência!
Basta de corrupção!
Basta de impunidade!

Admiro a tua verticalidade e frontalidade.

 
At 2/6/09 2:26 da tarde, Blogger Teresa Durães said...

bom, até os juizes são humanos

 
At 3/6/09 12:18 da manhã, Blogger Ana Martins said...

Aplaudo Vítor!

Bem-Haja!


Beijinhos,
Ana Martins

 
At 5/6/09 2:49 da tarde, Blogger Ana Martins said...

Caro Vítor,
hoje vim dizer-lhe que há no Ave Sem Asas um prémio que lhe foi merecidamente atribuído.

Beijinhos,
Ana Martins

 
At 6/6/09 9:56 da tarde, Blogger Luz said...

Sem comentários!
Concordo plenamente!
E quanto há humanidade dos Juízes...começo a duvidar que exista... São, na sua maioria, patéticos!!!
Mas nós não somos muito melhores, uma vez que permitimos aberrações destas...
Obrigado por teres mencionado o nosso trabalho.
Luz

 
At 7/6/09 9:33 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

O que me dá mais pena é que existem muitas Alexandras por esse mundo fora!
Uma Excelente semana, Vítor.
Bjinhos, RS.

 
At 20/6/09 11:27 da tarde, Blogger poesias de amor e sedução said...

Vi o mundo,em um grão de areia
e o infinito,na palma da mão,
vi sonhos se desfazerem
por homens sem coração

o sol desponta no alvorecer
colorindo as nuvens no céu
o homem que ver tudo isso
se encantara com o amanhecer

vi o mundo em olhos infantes
arteiro,matreiro e medonho
na sua imatura idade
seus olhos brilham contentes

vi o mundo desenhado
nas linhas vivas da mão
de uma jovem mulher
conduzindo seu irmão

vi o homem selvagem
querer descobrir o infinito
tirando do mundo a magia
que a tudo deixa bonito

vi o animal selvagem
que se recusa a matar
e sem seu alimento
começa a definhar

vi deus na imagem dos santos
tambem o vi no olhar ignorante
mas verdadeiramente o encontrei
no coração do infante

 
At 21/6/09 2:46 da tarde, Blogger nona e eu said...

olá, que belo poema sem palavras para descreve-lo melhor, abraços

 
At 21/6/09 2:46 da tarde, Blogger nona e eu said...

olá, que belo poema sem palavras para descreve-lo melhor, abraços

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home