quinta-feira, março 29, 2007

TRISTE SINA...

(imagem recolhida na internet)

"ORDINARIAMENTE todos os ministros são inteligentes, escrevem bem, discursam com cortesia e pura dicção, vão a faustosas inaugurações e são excelentes convivas. Porém, são nulos a resolver crises. Não têm austeridade, nem a concepção, nem o instinto político, nem a experiência que faz o ESTADISTA. É assim que há muito tempo em Portugal são regidos os destinos políticos. Política ao acaso, política de compadrio, política de expediente. País governado ao acaso, governado por vaidades e por interesses, por especulação e corrupção, por privilégio e influência de camarilha, será possível conservar a sua independência?"
(Eça de Queiroz, 1867 in "O distrito de Évora")

E de 1867 para cá, o que tudo isto não piorou?!... Que triste sina a deste povo.
.
C O N S E Q U Ê N C I A S

"Quem semeia ventos
Colhe tempestades!"
Quem causa tormentos
Não deixa saudades.
Quem recorda tempos
Vai vivendo idades.
Quem vive de alentos
Respeita verdades.

Quem tem na memória
Toda a sua história
Não canta vitória
Por suposta glória.

Quem pisa direitos,
Que dos outros são,
Não segue preceitos
Mas perde a razão.
Quem cala conceitos,
Por pura ilusão,
Faz valer defeitos
Por contradição.


Vítor Cintra
No livro: MEMÓRIAS

18 Comentários::

At 30/3/07 2:05 da manhã, Blogger Águas da Vida said...

A pura verdade o dizes nesse post, na verdade tudo é igual da centenas de anos atras, os politicos parecem que sempre existiram e formam sua mafia onde o povo sempre pagam pela inconciencia desses que se dizem donos da verdade.
Obrigada pela visita.
Big Kiss

 
At 30/3/07 3:34 da manhã, Blogger Luci Lacey said...

Oi Victor, o email que te enviei o pps, retornou.

Abracos e bom final de semana.

 
At 30/3/07 8:47 da manhã, Blogger Kalinka said...

EÇA DE QUEIRÓZ sabia o que escrevia e estava no séc. 19...2 séculos depois...continua tudo igual ou bem pior!!!

Eu continuo a mostrar as fotos que captei quando estive aqueles 3 dias pelo Algarve.
...e, é nos pequenos gestos que, por vezes, encontramos momentos de Felicidade.
Fui surpreendida por um amigo virtual, que deixou no meu blog esta mensagem:
José Alberto Mostardinha said...
Olá Kalinka:Andas arredia mas eu não me esqueço de ti :-)
Para o saberes és "Blog da Semana" no Estados Gerais.
Uma pequenina homenagem á tua persistência.Beijokas.

É isso mesmo, caso queiram visitar este blog, vão encontrar como destaque em: «O blog da semana» o meu espaço!
De 27/Março a 4/Abril de 2007
http://estadosgerais.blogspot.com/

Beijitos.
BOM FIM DE SEMANA.

 
At 30/3/07 11:06 da manhã, Blogger margusta said...

Olá Vítor!
... é como que uma profecia de Eça...
...o que acontecia na época continua a acontecer, e o mais certo é continuar a acontecer.
Os tempos evoluiram, mas os seres humanos com as suas ambições e defeitos, parecem permanecer exactamente iguais...

Um bom fim de semana!

 
At 30/3/07 6:50 da tarde, Blogger antónio paiva said...

..................

Verdade Amigo!

e nós estaremos isentos?

afinal de contas somos nós quem produz as alternancias.....

.................

Abraço e bom fim-de-semana

 
At 30/3/07 10:08 da tarde, Blogger Å®t_Øf_£övë said...

Vítor,
É incrivel com as palavras de Eça de Queiróz continuam completamente actuais!!!
É mesmo uma triste sina que assim seja.
Os politicos são autenticas nulidades para resolver os problemas precisamente porque têm o tempo todo ocupado com as faustosas inaugurações de que Eça fala.
Bom fds.
Abraço.

 
At 31/3/07 11:47 da manhã, Blogger Pe. Vítor Magalhães said...

A crítica de Eça deveria ter sido acolhida!

 
At 1/4/07 1:14 da manhã, Blogger leituras said...

Eça de Queiroz, objectivo.
Triste sina, de facto.

Boa semana

 
At 1/4/07 11:40 da manhã, Blogger Papoila said...

Olá Vitor:
Triste sina a nossa que as palavras do grande Eça de Queirós sobre os políticos continuarão actuais. Mudam-se os tempos e não se têm mudado as vontades...
Beijo

 
At 1/4/07 6:15 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Eça de Queirós continua vivo no Portugal actual!
Dessa observação pertinente e actual consegue o amigo Vítor fazer uma observação genial, acompanhada por um poema muito bem construído!Parabéns!

 
At 2/4/07 1:37 da manhã, Blogger Cris said...

Parece que nada mudou mesmo...

Beijinho
C.

 
At 2/4/07 4:17 da manhã, Blogger Escorpiana Explosiva said...

PASSEI SÓ PRA DA OI E DESEJA UM BOM COMÇO DE SEMANA.

 
At 2/4/07 9:44 da manhã, Blogger Isabel-F. said...

Tão actual o que Eça escreveu ...

"...
Quem pisa direitos,
Que dos outros são,
Não segue preceitos
Mas perde a razão.
..."

Parabéns pelo poema

bjs e bo semana

 
At 2/4/07 10:43 da manhã, Blogger PR said...

Lapidar, lapidar. Boa semana, abraço,

 
At 2/4/07 10:54 da manhã, Blogger Dalila said...

O Eçã é e será sempre um dos mais actuais de entre os escritores. Parecia que conseguia ver o futuro, é extraordinário.

 
At 2/4/07 5:01 da tarde, Blogger Vera said...

Sinceramente, quando li o texto de Eça, antes de saber de quem era, pensei que fosse teu, pensei que era actual!!! Que tinha sido escrito hoje!!!
Mas será que depois de tantos anos ainda não aprendemos nada???
O Eça era de facto um visionário.
Excelente o teu poema, meu amigo.
"Quem tem na memória
Toda a sua história
Não canta vitória
Por suposta glória."

Beijinhos

 
At 2/4/07 6:54 da tarde, Blogger Luiz Carlos Reis said...

Meu caro Vitor Silva,

Teus poemas prosaicos trazem à lembrança uma passagem de "Máscaras", de Menotti Del Picchia: "...A vida , nesta terra, vale apenas, talvez, pelo sonho
que encerra. Ver vaga e espiritual, das cismas nos refolhos, toda uma vida(...)intangida aquela que resume a nossa própria vida..."
Contexto bastante parecido com o dos Brasileiros.

Abraços e boa semana!

 
At 6/4/07 12:53 da manhã, Blogger soslayo said...

Um poema:

Vítor Cintra este artigo visionário de Eça de Queiroz cai que nem uma luva neste actual licenciado sanitário Sócrates, aliás, engenheiro; licenciado; maestrado em sanitas; em fazer mal aos portugueses e quem for investigar certamente que vai encontrar um "diploma" comprado ao Rui Verde, precisamente aquele que está preso actualmente, pois ir num domingo assinar um diploma tem o seu preço... e no que diz respeito ao teu poema. Olha meu amigo está excelente. Um abraço.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home