quarta-feira, abril 04, 2007

VASCO DA GAMA

(Imagem recolhida na internet)
Nasceu em Sines, em 1469, no seio de uma família de homens do mar.
Com 28 anos de idade, recebe do rei D. Manuel I, encargo de, navegando rotas que os navegadores que o precederam haviam traçado, alcançar o reino das especiarias, onde viveria Prestes João. A 8 de Julho de 1497, parte do Tejo, em demanda da India, comandando uma frota de quatro navios: S. Gabriel, S. Rafael, S. Miguel e Bérrio. A nau S. Miguel, porém, não foi além da baía de S. Brás, onde um incêndio lhe pôs fim.
Depois da primeira escala, que aconteceu na ilha de Santiago, em Cabo Verde, descrevendo um arco para oeste, a frota embrenhou-se no Atlântico, afastando-se da costa africana, de modo a evitar os ventos alísios. Temporais medonhos fustigaram-na e a marinhagem, aterrorizada, revoltou-se, querendo regressar, mas Vasco da Gama, com mão de ferro, pôs fim à revolta e no dia 2 de Março de 1498 alcançou Moçambique.
O sultão de Moçambique deu-lhe um piloto para o conduzir à Índia mas incumbiu-o, em segredo, de entregar os navios dos portugueses aos mouros de Mombaça. Um acaso fez descobrir a cilada e Vasco da Gama continuou até Melinde, onde conseguiu um piloto conhecedor do Índico.
Em Abril, com Calecut à vista, estava descoberto o caminho marítimo para a Índia. A 9 de Maio de 1498 a frota aporta finalmente a Calecut.
D. Manuel I, como recompensa, nomeou Vasco da Gama "Almirante-Mor da Índia", além de lhe atribuir trezentos mil réis de renda.
Depois disso, o Almirante voltou ainda mais duas vezes à Índia, de que foi governador e segundo vice-rei.

N A V E G A N T E S

Se el-rei no-lo mandou, como senhor
Das naus, que tripulamos neste mar,
Iremos nós fazê-las navegar
Além, mas muito além, do Bojador.

Não há nem vento, ou calma, que nos faça
Pensar em desistir de tal empresa,
Nem mesmo temporal que, de surpresa,
Se possa transformar em ameaça.

Não há qualquer terror no fim do mundo
Nem há mostrengo, ou mal, no mar profundo,
Que faça desistir a marinhagem;

Nem há corsário, mouro ou holandês,
Ou medo de naufrágio, alguma vez,
Que façam cancelar esta viagem.

Vítor Cintra
No livro: VERTIGEM

21 Comentários::

At 4/4/07 1:24 da tarde, Blogger Ana S. said...

Vaco da Gama esse grande navegador levou o nome de Portugal tão longe e ficará para sempre na história!
boa páscoa.
Beijos

 
At 4/4/07 5:16 da tarde, Blogger Cusco said...

Olá! Aproveito para deixar os votos de uma Santa e Feliz Páscoa!
O texto que acabei de escrever tem por objectivo homenagear todos os meus familiares: Os vivos, os mortos e os que estão por nascer ainda. O mundo é muito, muito pequeno.. … quem sabe se esse cheiro a flores não te persegue e protege a ti também….Para Sempre!!!
Até breve
SE DEUS QUISER

 
At 4/4/07 5:31 da tarde, Blogger Papoila said...

Vitor Cintra:
Visito muito Sines e aquelas prais e falésias deram coragem força e "raça" a este grande navegador.
Passo para te desejar uma Feliz Páscoa
“Cotovia canta-me as tuas canções
no nascente azul de voo erguido
ao encontro do Sol… recém-nascido
que na rósea alvorada ao céu levantas
nos frémitos da luz… feliz… incauta!”
Beijo!

 
At 4/4/07 11:33 da tarde, Blogger Luna said...

Grandes homes tivemos.
Uma boa pascoa
beijos

 
At 5/4/07 1:07 da manhã, Blogger Luci Lacey said...

Oi Vitor

Boa noite

Olha, o email seu retornou, gostaria muito que vc visse o pps que tenho, entao por favor, caso queira, entre em contato com o meu email lucipeter@comcast.net

Abracos e boa Pascoa

 
At 5/4/07 6:04 da manhã, Anonymous hilda said...

Mais uma homenagem aos valentes e valorosos navegadores portugueses.

Parabéns por ela que ajuda a manter viva a memória dos heróis de sua terra!

Beijo

 
At 5/4/07 9:20 da manhã, Blogger Sophie said...

Com Vasco da Gama surgiu, pela primeira vez, o sentido da globalidade. Para muitos foi o maior desbarvadores, um negociador de dente afiado e um verdadeiro timoneiro para os homens que o acompanharam. Mais: "Os Lusíadas" existem devido à viagem de Vasco da Gama.
Vasco da Gama projectou a Europa no Mundo.

Um beijo meu e uma boa Páscoa.

 
At 5/4/07 8:56 da tarde, Blogger antónio paiva said...

....................


Mai uma bela lição de história, a nossa!

Ilustrada com um belo poema!

Boa Páscoa
................

Abraço

 
At 6/4/07 1:48 da manhã, Blogger Águas da Vida said...

Aqui também é cultura, muito bom lembrar o nome de um grande navegador Portugues.
Uma excelente Pascoa ao lado de seus caros.
Big Kiss

 
At 6/4/07 2:27 da manhã, Anonymous acordomar said...

Já fomos grandes, já....
Uma Santa Pascoa
Bjs*

 
At 6/4/07 10:39 da manhã, Blogger Opintas/Bernardo said...

Bom dia, boa Páscoa e um abraço.

 
At 6/4/07 11:53 da manhã, Blogger António Lisboa Gonçalves said...

Votos de Boa Páscoa!

Um abraço.

 
At 6/4/07 4:00 da tarde, Blogger Saramar said...

Vim lhe desejar feliz páscoa, lembrando da nossa obrigação de renovar as esperanças para viver a verdadeira vida, feliz.

beijos

 
At 6/4/07 6:38 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Uma Óptima Páscoa!
Mais um excelente post histórico com poema a complementar!
Um Abraço.

 
At 6/4/07 6:57 da tarde, Blogger Maria said...

Um Nome Grande na nossa História...
... tão intimamente ligada ao mar, sempre ao mar...

Boa Páscoa

 
At 6/4/07 7:03 da tarde, Blogger Blueshell said...

Estive fora mas já regressei!

FELIZ PÁSCOA
Beijos de ternura,
BShell

 
At 6/4/07 8:46 da tarde, Blogger PintoRibeiro said...

Boa noite e um abraço.
( Não tenho culpa mas anda aí outro fdputa a utilizar a minha assinatura. É fácil de detectar. Clicas e em vez de ir dar ao profile vai dar ao blogue ).

 
At 6/4/07 9:51 da tarde, Blogger MRelvas said...

Uma Páscoa Feliz, em família e amizade!

Mário Relvas

 
At 6/4/07 11:34 da tarde, Blogger sonhadora said...

Desejo-te uma Santa e Feliz Páscoa.
Beijinhos

 
At 6/4/07 11:48 da tarde, Blogger mixtu said...

mais outro grande tributo

abrazos

 
At 7/4/07 5:20 da manhã, Blogger Escorpiana Explosiva said...

DESEJO BOA PÁSCOA BJO

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home