segunda-feira, novembro 19, 2007

FLÁVIA - O direito à justiça

Recupero hoje o artigo que publiquei em 10 de Abril último. E faço-o para manifestar o quanto me é grato constatar que a mobilização de amigos que juntam a sua voz de indignação à de Odele, não pára de crescer.
Esta é - atrevo-me a afirmar - uma das mais belas formas de solidariedade que a blogosfera pode partilhar: O PROTESTO CONTRA A INJUSTIÇA.



"Flavia segue em coma. E a Justiça brasileira também."
(Recolhido no blog: Flávia, vivendo em coma...)
Assim ecoa o grito de indignação de uma mãe (veja aqui) que, cuidando da sua filha - em coma há já nove anos - reclama por uma justiça que tarda.
São assim as mães. Presentes, protectoras, carinhosas. Grandes no seu amor. Enormes!


ÀS MÃES
.
A mãe é p'ra cada um
O maior ser, de excepção,
Com lugar no coração,
Mais sagrado que nenhum.
.
A mãe é, por mil razões,
O padrão do Universo,
Mesmo quando controverso
Seu saber e decisões.
.
São angústias que supera,
Desencantos, mágoas, vícios,
P'lo carinho que nos tem.
.
Desde o ventre, que nos gera,
Não se poupa a sacrifícios,
Porque mãe, é sempre MÃE.
.
Vítor Cintra
No livro: ECOS

11 Comentários::

At 20/11/07 10:44 da tarde, Blogger Å®t Øf £övë said...

Vítor,
A blogosfera é assim... um local onde podemos praticar a solidariedade, e onde tudo se pode tornar próximo, por estarmos apenas à distância de um click.
Abraço.

 
At 21/11/07 9:47 da manhã, Blogger Isabel-F. said...

Foi através de ti que conheci a Flávia.
Estou tb muito feliz com a onda de solariedade mundial que se juntou à volta dela.

Quanto ao teu poema: uma maravilha.

______________-

tens um prémio para ti no meu Blog. Podes ir buscá-lo.

Beijos

 
At 21/11/07 8:49 da tarde, Blogger foryou said...

Se fosse só a justiça do Brasil... até que o mundo não ía muito mal... :(

 
At 22/11/07 10:51 da manhã, Blogger Vera said...

Querido Vítor, foi precisamente através de ti que conheci do drama da Flávia e da sua mãe-coragem.
Espero que mais vozes se ergam contra esta injustiça...
Quanto ao poema... belíssimo e muito apropriado!

Um grande beijo

 
At 22/11/07 9:11 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Olá Vítor, conheci o drama da Flávia e da sua mãe Odele, através deste blog, assim com a vera.
Que a cadeia humana de apoio a esta injustiça se torne cada vez maior.
Quanto ao poema, bem construído, momento lindo a que já nos habituaste!

 
At 22/11/07 11:39 da tarde, Blogger leituras said...

Sem dúvida.

E por muitos que sejam os apoios não são demasiados.

Boa semana

 
At 23/11/07 2:00 da manhã, Blogger Odele Souza said...

Meu querido amigo Vítor,

Peço desculpas por não ter vindo antes te agradecer por mais este post de DIVULGAÇÃO da história de Flavia. Como confirmam aqui os comentários, muitas pessoas de Portugal conheceram a história de Flavia por seu intermédio,com este post que você publicou em 10 de abril de 2007 e que agora você resgata. Além de você, que me é muito querido, conheci pessoas maravilhosas de seu país, que pouco a pouco foram chegando, e felizmente ficando. Hoje o blog de Flavia, já tem links em vários países e agora, finalmente se está fazendo conhecido também em meu país, este Brasil onde a Justiça - INJUSTA - tem se mostrado INDIFERENTE à sorte de minha filha.
A divulgação dessa injustiça com Flavia tem me feito trabalhar até altas horas da noite, mas a repercussão da história dela pelo mundo está compensando todo e qualquer esforço. Por esse excesso de trabalho, às vezes demoro um pouco para visitar os "velhos e queridos amigos". Me desculpe por isso.

Estou Vítor, me sentindo compensada pela crescente adesão que o blog de Flavia vem recebendo nos diversos países e agora também no Brasil. Isto se deve, não só ao meu trabalho ininterrupto, diário e comprometido com a verdade, mas à receptividade e à SOLIDARIEDADE que encontrei na blogosfera. A sensação é gratificante, é sentir que nesta luta, eu e Flavia não çao estamos mais sós.

Vou lhe ser sempre agradecida por ter sido o primeiro a nos estender a mão e a começar a nos mostrar ao mundo.

Sinta-se abraçado por mim e por Flavia.

 
At 23/11/07 7:17 da tarde, Blogger MUTUMUTUM said...

Puxa, cara! Postagem bonita essa. Essa solidariedade é necessária, seja nos blogs ou nos e-mails, pra fazer as autoridades brasileiras acordarem pra realidade que eles não vivem.

Reparei q é de Portugal... pelo visto, a fama de justiça lerda do Brasil está se espalhando pelo mundo todo, hein? Que vergonha pra nós, brasileiros...

 
At 24/11/07 4:03 da manhã, Blogger Fernanda e Poemas said...

Olá, tema triste, mas lindo embora melancólico,
bom fim de semana.
Beijinhos,
Fernandinha

 
At 24/11/07 1:46 da tarde, Blogger Isabel-F. said...

Vitor,

Como hoje já lá tenho outro prémio, aquele que refiro na mensagem acima é o
"Diz que até não é um mau blog..."

do post do dia 21 Nov, 4ª feira.

24.11.2007

beijinhos

 
At 25/11/07 11:59 da tarde, Blogger Mário Relvas said...

A Flavia e a Odele vêem o apoio a crescer pela blogosfera.

Magnífico post.

Abraço Victor

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home