quarta-feira, julho 29, 2009

PROMESSAS... o dia a dia dos políticos

(imagem recolhida na internet)

Primeiro fecham-se maternidades, urgências hospitalares, cuidados de saúde primários, seguidamente fomenta-se desesperadamente o aborto, depois decide-se a distribuição de preservativos nas escolas, finalmente (em época eleitoral, evidentemente) acenam-se 200 € por nascimento, como incentivo à natalidade.
Se isto não fosse mais uma das absurdas idiotices com que, ao longo dos anos, temos sido brindados pela tacanha visão dos políticos, teria que ser tomado como anedota. Acontece que o neurónio de utilização colectiva dos políticos, de tão pouco utilizado que tem sido, deve ter perdido a noção do ridículo.
O que vale é que, vinda de onde vem, a promessa não passa disso mesmo.
Vendo bem as coisas, mais promessa menos promessa, que diferença faz?!
É apenas mais uma entre milhares. Se não for cumprida quem é que vai estranhar?
.
E X P E C T A T I V A
.
Ao romper da madrugada
Ouviremos as razões
De quem pouco sabe, ou nada,
Mas pretende dar lições.
.
Sentiremos assumidas,
Sem reservas, posições
Que pretendem ver, nas vidas,
O valor dalguns cifrões.
.
E veremos que suporte
Fundamenta as decisões
Que forjaram dor e morte,
Sem quaisquer hesitações.
.
Saberemos se é verdade
Que o sentir das multidões
Muda co'a facilidade
Com que mudam os sermões.

.
Vítor Cintra
No livro: DIVAGANDO

6 Comentários::

At 30/7/09 12:06 da manhã, Blogger Luz said...

Bom, meu irmão, não me posso distrair... estive aqui toda a tarde à espera do teu post e assim que fui à cozinha alinhavar as refeições de amanhã vens tu e pumba, fazes uma postagem destas...
Brincadeiras à parte, isto é de bradar aos céus, estas promessas loucas. Esperemos que sejam ouvidas por orelhas moucas, já que as promessas são completamente loucas... É incrível como se mente tão descaradamente e como não se tem um pingo de vergonha nem de respeito por qiem trabalha e sustenta este país. Que vergonha de governo! Que vergonha de povo...

 
At 30/7/09 12:10 da manhã, Blogger Luz said...

E por favor, alguém que use devidamente a fita cola e lhe cale aquela boca! Estou mesmo fartinha de ouvir baboseiras!
Bjs
Luz
PS. A postagem anterior tem uma gafe.Na penultima linha onde digo "qiem" quero dizer quem. é o dedo que me foge para a tecla do lado, e eu que não releio as mensagens antes das postar.

 
At 30/7/09 1:23 da manhã, Blogger Ana Martins said...

Mais uma vez aplaudo a sua frontalidade e sinceridade assim como este belo poema que é um bom complemento do texto.

Beijinhos,
Ana Martins

 
At 30/7/09 8:08 da tarde, Blogger antónio paiva said...

...

Estimado amigo,

é de facto é assim...

mas sabes o que me preocupa sériamente?

é que, a alternativa é tão pobre, mas tão pobre, que continuaremos a empobrecer.

e, de facto uma boa alternativa, era o que nós e o país precisavamos.

a única alternativa credível e com valor - é o teu poema.

abraço.

 
At 31/7/09 2:01 da manhã, Anonymous lili laranjo said...

não podia deixar de dizer...
200euros para entregar daqui a 18 anos.
Devem ter o valor de 20 cêntimos...


...........


Vim aqui dizer que gostei do que li.
e agora sento e...agrageço a visita...

+++++

Café servido Aqui
Com carinho e sabedoria
Café quente e frio
Café doce e amargo...

Mas servido com tanto carinho
E por um amigo
Acaba por se torna...
O melhor café do dia...

Lili Laranjo

 
At 3/8/09 10:32 da tarde, Blogger Å®t Øf £övë said...

Vítor,
Acho melhor encararmos esta promessa do governo como uma anedota, porque se a assumirmos como real, temos também que assumir que este país já bateu no fundo do poço, onde não é possível descer mais, e de onde é dificil conseguir sair.
Abraço.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home